violência: o que fazer

os ataques do PCC incendiaram muitos threads no radinho de pilha. um tema tão inflamável quanto a violência cotidiana pode ser um bom piloto para testarmos essa nova idéia: manter discussões mais pesadas à parte da lista de discussão.

vamos ver no que dá?

eu começo: o que fazer diante da violência crescente no nosso cotidiano? é uma questão de polí­cia, polí­tica, educação, cultura, business...? drogas têm a ver com isso... ou não?

Taxonomy upgrade extras: 

Não possuo nenhuma

Não possuo nenhuma solução imediata, e dificilmente acreditarei que alguém a possua... Sou meio radical com essas idéias pre-fabricadas, enlatadas, empacotadas, as quais vc "adiciona um pouco de água quente ou aquece no microondas" e Pimba, temos um paí­s sem problemas". No papel é mujito mais fácil que na realidade...

Se ainda houver solução para a situação atual do Brasil, acredito que ela deva passar pela educação.

Pensemos que algumas pessoas menos favorecidas socialmente, por falta de uma boa educação e formação acadêmica, tem de optar por ganhar um salário mí­nimo trabalhando como faxineiros ou similar, ou ganhar um bom dinheiro sendo "aviõezinhos" no morro, precisando "apenas" andar um pouco a cada dia...

Pensemos que essas pessoas optam pela segunda opção, porque é o caminho mais fácil, por falta de quem sabe uma boa instrução da famí­lia (apesar de existirem casos diversos que contrariam completamente essa idéias). Realmente essas pessoas não aprenderam(ou esqueceram) o que é o pacto social e que deveriam seguí­-lo... Mas onde isso deveria ter sido ensinado??? Para mim, em casa e na escola!

Pensemos tb que ela não teve uma boa educação de certa forma por culpa de alguns polí­ticos que se preocuparam mais em esconder dólares nas cuecas, desviar verbas, viajar a custa do Estado do que votar ou propor algo de útil para a população...

Investir em contigente policial para mim seria importante no momento, conter essa violência, mas seria algo bem melhor, tratar as causas que os fins do problema.

Matar bandidos, combater o uso de drogas de nada adianta, se vc não der uma outra opção para as pessoas. Do modo como está, continuaremos nessa guerra indefinidamente.