a guerra dos browsers

tudo começou inocentemente... uma mensagem sobre browsers numa lista de discussão (o radinho de pilha) e nasceu aí­ um debate rico, intenso e (espero) instrutivo sobre webdesign, usabilidade, projetos...
a discussão foi tão interessante que vamos deixá-la aqui, para uso de todos.

enderecos de email foram omitidos das mensagens em prol da privacidade dos envolvidos

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: andre passamani // maratimba Artigo no site slate (comprado em 2001, creio, pela MSN)
aponta que talvez seja a hora de trocar de browser citando
a enorme vulnerabilidade. http://slate.msn.com/id/2103152/ Are the Browser Wars Back?
How Mozilla's Firefox trumps Internet Explorer. A parte mais interessante, sem dúvida:
You've probably been told to dump Internet Explorer for a
Mozilla browser before, by the same propeller-head geek who
wants you to delete Windows from your hard drive and
install Linux. You've ignored him, and good for you. :)
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr 5/7/2004, 19:34 ola' andre, to usando o mozilla, mas volta e meia apanho de sites de banking, ou
ate' de coisas mais prosaicas. a troca pode ser uma boa, mas tem la'
seus reveses abracos r
e
n
e' =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: china Oi Renê... pelo menos no meu caso (o maldito unibanco) tudo se resolveu
abrindo as pernas nos cookies... Foi só configurar para aceitar todos os
tipos de cookies de alguns endereços e a coisa se resolve. O problema
(ou solução) é que o default vem mais fechado... Há tb os sites que
dependem de pop-up para navegação (até vc se acostumar a não ter popups
é bacana configurar um beep para toda vez que ele bloquear) Já tive problemas com mozilla relativos a Java script, mas isso acho que
é especí­fico de linux. De qq modo, das coisas da cidadania/inclusão digital: seria maravilhoso
se todo mundo seguisse os padrões do W3C quando for construir um site,
né?
[]s
China =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: maratimba salve rene, vc usa o firefox? to as voltas aqui com exatamente isso. Fazer um site
novo 100% acessí­vel a todos os browsers e usando os padrões W3C. Chato
pacas!!!! O que funciona no firefox não funciona no camino... o que
funciona no camino e no firefox não funciona no IE.... o que funciona
no IE nao funciona no IE pra Mac! Alias, alguem ai usa IE pra Mac??? to precisando de beta testers :) =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: AssisJR Maratimba, uso o firefox mas tenho o IE e o Safari instalados no mac.
Caso voce precise de alguma ajuda, e' so' dar um toque.
Abx.AssisJR =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr 6/7/2004, 07:05 ola' maratimba, e' essa a encrenca. quem tem tempo e $$$ pra fazer esse trabalho de
testar em todos, de fazer pensando em todos? na boa: praticamente
ninguem (no mundo comercial, quero dizer). se voce programa pra IE, resolve 96% do problema. vai ser dificil
convencer qqer gerente que voce precisa mais tempo pra melhorar a
vida
dos outros 4% (que sao varios tipos, e todos diferentes entre si, pra
piorar) sei que doi, mas e' por ai' que funciona. nao e' um complo pro-MS,
e'
soh uma questao de custo-beneficio. se o majoritario fosse o
netscape, como nos velhos tempos, seria o mesmo raciocinio abracos r
e
n
e' =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: MaGioZal René, permita-me discordar. Eu não acho que é tão difí­cil assim fazer sites que dêem paus de
compatibilidade com outros browsers -- mesmo porque a maioria dos browsers
modernos de hoje me dia seguem os padrões mais confiáveis de estilos (CSS) e
de HTML. Aliás, a única "ovelha negra" neste quesito costuma ser o Internet
Explorer para Windows... Acho que nada custa o sujeito que desenha sites testar pelo menos em dois ou
três principais browsers -- IE para Windows, IE para Macintosh e Mozilla,
por exemplo. Ainda acredito numa web não-subsidiada à Microsoft. Acredito que quem não
usa Windows nem Internet Explorer tem direito de acessar sites de uma
maneira decente também. E não é algo assim tão complicado de se fazer --
basta por exemplo fazer páginas em programas que fazem HTML que funcionam em
vários browsers, como o Dreamweaver e o GoLive. Aliás, na minha opinião, o
Microsoft FrontPage deveria ser esquecido. Ele é o responsável na maioria
dos casos pela geração de códigos HTML que só funcionam no "IE+Win"... --
MaGioZal.
blog individual
blog coletivo
fotolog PS: Ah, sim, geralmente a grande maioria dos sites "IE+Windows Only" que
conheço são brasileiros (como o
)...:-/ =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Daniel Rodrigues Olha, uma das primeiras coisas que eu aprendi quando comecei a fazer sites, há um bom tempo atrás, foi que qualquer designer que se preze tem que ignorar o front page. Esquecer que ele existe.

Se tem alguém aqui começando, aprenda isso: esqueça o front page. ele vai fazer tudo o que você não deve fazer.

Abraços
Daniel Rodrigues =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr nao eh uma questao ideologica, magiozal. nao importa
se o IE eh do bem ou do mal. a historia eh:
dificilmente vc consegue incorporar em um projeto uma
etapa extra pra garantir a compatibilidade com
browsers minoritarios e outra pra testar em
plataformas multiplas. isto custa tempo, equipe,
dinheiro. quer ver? chame uma Polen, por exemplo, pra validar
um site antes de ele ir pro ar. o custo vai variar
conforme vc escolhe o numero de browsers a conferir, o
numero de OS... quanto mais variedade, muito mais
grana (ja' contratei a Polen pra isso, foram impecaveis) ou seja, nao e' questao de boa-vontade ou gosto. e'
questao de grana. r' =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: MaGioZal Mas desenvolver um projeto multi-browser a partir da base, usando CSS e HTML
sem "perversões" não tornaria a coisa mais viável? E afinal de contas, o que
custa dar uma abridinha do site num Mozilla pata ver como ele se comporta? Não sei não. Acho que com cuidado e com bom ní­vel de conhecimento é possí­vel
fazer um HTML que não role bem apenas em produtos Microsoft. Para mim o que deve existir é o HTML, e não o MS-HTML. =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: // Luiz Santana Ou rene'
Desculpe mas não concordo, não produzimos sites para IE e sim para internet.
Custo? Se for feito uma vez só não vai ter nada de custo o processo é que
tem que ser mudado. O profissional tem que estar antenado. Abraço
Luiz =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr luiz, nao e' questao de opiniao. eu sou super a favor
da compatibilidade. mas na pratica a teoria e' outra. entao nao escreva acentuado seus emails porque 2 por
cento dos clientes de email nao aceitam caracteres
especiais (essa e' razao porque nao escrevo
acentuado) :) r' =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: // Luiz Santana Rene, se eu for uma empresa e estiver vendendo essa mensagem para vc, com
certeza eu não vou acentuar. Pq os 2% de clientes ainda são clientes. Se vc cria um site para atingir todos os navegadores, ou todos os usuários,
vc tem que apresentar formas para isso. Não se pode excluir os 2%. E valido pensar numa alternativa. No seu caso, um simples clique em "desejo
receber meus e-mails sem acento" (apesar de nunca ter visto isso e sim
apenas formato texto ou html), seria suficiente. E como diria o jo, e sem acento... (a pedidos) Abraço
Luiz
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr oi luiz espero q vc esteja entendendo q nao se trata de uma
opiniao minha ou posicionamento pessoal: e' uma
constatacao de mercado. eu "no pessoal" nem outlook
uso, mas tenho que levar em conta que no mundo "lotus
notes" vc so' consegue convencer que esses 4%
compensam o esforco, vc vai ter que dar boas razoes. quer ver uma? um site voltado pra publicitarios.
publicitarios usam mais mac que a media, e portanto
nao da' pra deixar de fora. r' =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: // Luiz Santana Oi rené. Entendi sim, só acho que quando prestamos o serviço não podemos dividir os
preços a partir de navegadores, e sim, ser um procedimento padrão cobrar
mais, porque consequentemente seu serviço é melhor. Ainda mais quando seu cliente é um banco, acho que foi por isso que o
assunto começou. Esse papo tb é um circulo, se fosse num bar terí­amos que tomar umas 2 caixas
de brahma para vc me convencer :) e se o cara não vendesse brahma gelada, eu
ia procurar outro bar. luiz
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Miguel Castarde * Concordo com todo mundo que exige 100% de compatibilidade. Sou um nostálgico, quero navegar com Mosaic e isso me causa muito problemas. Minorias, unam-se! Abaixo os sites incompatí­veis!!

[]s, Miguel.
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr eu nao tomo cerveja :) mas again: tudo tem que ser definido no escopo. se
vc vai fazer xyz, tem que documentar no comecinho.
senao no final vai dar briga r' =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: MaGioZal on 06/07/2004 15:48, rene de paula jr at renedepaulawrote: > luiz, nao e' questao de opiniao. eu sou super a favor
> da compatibilidade. mas na pratica a teoria e' outra.
>
> entao nao escreva acentuado seus emails porque 2 por
> cento dos clientes de email nao aceitam caracteres
> especiais (essa e' razao porque nao escrevo
> acentuado) :) Mas aí­ o lance é diferente. A disponibilidade de e-mailers que aceitam
acentos hoje em dia é bem maior -- desde possuidores de Macs 68K rodando
System 7.5.5 até usuários de vários sabores de UNIX, Linux e BSD têm à sua
disposição para download programas que fazem isso sem maiores problemas. Agora, só quem roda Windows pode ter Microsfot Internet Explorer para
Windows, né?
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Fabio Cereda > o processo é que tem que ser mudado. O profissional tem que estar antenado. Não entendi. O problema está no processo (que tem que ser mudado) ou no profissional (que tem que estar antenado)? Repare que são duas coisas bem diferentes. Deixo minha sugestão: os orçamentos têm que ser ampliados. Abraço, Fabio
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: // Luiz Santana Oi Fabio.
É Sempre bom poder ampliar o orçamento.. O que eu quis dizer, é que o fato de criar sites compatí­veis tem que estar
no "processo todo" da empresa e não fazer e depois ajustar ou cobrar mais
para funcionar em tudo, é o mesmo que eu assinar uma tv a cabo e só
funcionar em tv de uma marca especí­fica, mesmo que seja a mais vendida. E com relação ao profissional estar antenado, é simplesmente o cara querer
fazer o seu trabalho da melhor maneira, estando antenado as novas
tecnologias e aplicar todo o seu conhecimento no "processo" citado acima. 8D não ligue sou meio atrapalhado mesmo. Abraço
Luiz
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: André Franco Caros,

Certamente tem efeito no custo final do projeto, a quantidade de browsers nos quais deve ser
testada e ajustada a correta renderização das páginas.

IMHO, a produtora deve esclarecer isso ao cliente até o momento de lhe passar o orçamento,
para que fique à cargo do último analisar e definir a necessidade dos testes em cada browser,
dependendo da sua necessidade, verba ou da relevância da página.

Conseqí¼entemente, o valor final do projeto estará diretamente ligado ao custo/benefí­cio esperado
pelo cliente.

[]s
André
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Renata Menegatti mas o dreamweaver suja o código e não funciona exatamente igual em todos os browsers! uso o dream há anos e toda vez que tenho que adequar alguma coisa, tem que ser na unha, pq o programa é capaz de entortar o que tá certo.

renata
www.memoriabilis.blogspot.com

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: // Luiz Santana Eu, particularmentenão gosto do dreamweaver. Pelos mesmos motivos da Renata, prefiro o Homesite ouo top Style pro, o segundo eu recomendo para qualquer um, é simplesmenteperfeito. Mas independentedo programa, o importante mesmo é tomar cuidado na hora de programar, e tertodos os navegadores possí­veis na manga, e é claro uma consulta na w3 no códigoé sempre válida. Com relação aocss+xhtml, estou vendo um grande avanço nesse sentido, vários sites como o dawired, terra.com, estão usando essa linguagem e as vantagens são grandes. Luiz =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: MaGioZal on 05/07/2004 21:21, maratimba at maratimbawrote: >> ola' andre,
>>
>> to usando o mozilla, mas volta e meia apanho de sites de banking, ou
>> ate' de coisas mais prosaicas. a troca pode ser uma boa, mas tem
>> la' seus reveses
>
> salve rene,
>
> vc usa o firefox? to as voltas aqui com exatamente isso. Fazer um site
> novo 100% acessí­vel a todos os browsers e usando os padrões W3C. Chato
> pacas!!!! O que funciona no firefox não funciona no camino... o que
> funciona no camino e no firefox não funciona no IE.... o que funciona
> no IE nao funciona no IE pra Mac! Se você de repente usar o Macromedia Dreamweaver ou o Adobe GoLive para
fazer estas páginas o resultado não sairia compatí­vel com o W3C? Pelo o que
sei o código gerado por estes dois programas não costumam ser problemáticos
como s que são gerados pelo FrontPage, por exemplo... > Alias, alguem ai usa IE pra Mac??? to precisando de beta testers Eu uso!...:-) Versão 5.1. Também uso o Mozilla 1.2.1. E tenho aqui o Netscape 4.8, embora não costume usá-lo. Qualquer coisa, estamos aí­...;-)
--
MaGioZal, devoto de São Zeldman .
blog individual
blog coletivo
fotolog =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr oi andre' e' isso ai'. a questao de compatibilidade deve fazer
parte do escopo, do orcamento, dos testes... nao da'
pra tomar como pressuposto natural (de novo: nao estou falando ideologicamente,
moralmente ou idealmente, estou falando em termos de
gerenciamento de projeto) senao, nao tem fim: fazer versao sem javascript, fazer
versao table-less, fazer versao para disabilities,
fazer versao para banda ultra-estreita, fazer versao
multi-lingua, fazer versao banda larga, usar unicode,
fazer pra todas as versoes do netscape, todas do IE,
pro opera, pro safari, pro IE do mac, pro opera do
mac, pro omniweb, pro firefox... alguem se habilita a fazer tudo isso "sem custo
adicional"? ;) ou vc define isso no comeco, ou isso i =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: MaGioZal
on 06/07/2004 15:59, rene de paula jr at renedepaulawrote: > senao, nao tem fim: fazer versao sem javascript, fazer
> versao table-less, fazer versao para disabilities,
> fazer versao para banda ultra-estreita, fazer versao
> multi-lingua, fazer versao banda larga, usar unicode,
> fazer pra todas as versoes do netscape, todas do IE,
> pro opera, pro safari, pro IE do mac, pro opera do
> mac, pro omniweb, pro firefox... Não precisa ir tão longe. Não é fazer várias versões dum mesmo site. É fazer
um HTML só, que seja lido pelos 4 a 5 principais browsers atuais sem dar
pau.
É isso. --
MaGioZal.
blog individual
blog coletivo
fotolog =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr por que nao precisa ir tao longe? a partir de que
ponto e' "longe"? :) e murphy eh infalivel: na hora que o cliente for
aprovar, ele inevitavelmente vai usar o browser que vc
nao considerou e em conexao discada :) r' =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: MaGioZal on 06/07/2004 16:56, rene de paula jr at renedepaulawrote: > e murphy eh infalivel: na hora que o cliente for
> aprovar, ele inevitavelmente vai usar o browser que vc
> nao considerou e em conexao discada :) Ah, mas aí­ é muito azar, né? Só se ele quiser te sacanear usando o NCSA
Mosaic, hehehehe... --
MaGioZal.
blog individual
blog coletivo
fotolog =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Guilherme Ambros Pereira boa essa discussão sobre browsers... vejo que a questão principal é, como bem disse o René, na definição do
ESCOPO. Ser genericamente contra ou a favor de desenvolver em
multi-plataforma é pura ideologia, e normalmente não leva a boas decisões.
Ou tu vais gastar mais do que o necessário para o projeto, ou vais ter
problemas de compatibilidade com browsers importantes. Ou, em alguns casos,
podes acabar deixando de usar funções de um browser especí­fico que poderiam
melhorar a experiência dos usuários (o IE tem montes de coisas "fancy" que
só rodam nele; pode fazer sentido usá-las num projeto para rodar na intranet
ou numa extranet, por exemplo). pra mim, ser ou não multiplataforma é uma definição tão básica quanto a
escolha do servidor web, o sistema operacional, a linguagem a ser utilizada,
etc. E deve ser tratada como tal, entrar no documento de Business
Requirements, ser explicitado na proposta, discutido com o cliente, etc. o interessante da história - e dessa discussão - é que boa parte do pessoal
aqui já deve ter passado pelo constrangimento de ver aquele seu site que foi
construí­do com tanto esmero e dedicação, simplesmente bombar justo na hora
da apresentação pro cliente naquela "máquina da sala de reuniões"
(geralmente um Pentium-2 com Netscape 4). Eu pelo menos já passei por isso,
e aprendi a duras penas a importância de ter um escopo *realmente* fechado
:o) IMHO, talvez o conselho pros newbies não seja ignorar o front page ou usar o
dreamweaver, mas sim ESPECIFICAR BEM o que deve ser desenvolvido. E
considerar isso ANTES de apresentar o custo... abr, gui ambros =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr mestre ambros, bom ter vc na area de novo :) rene' (no laptop) =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: MaGioZal A questão é a seguinte: escopo é importante, mas eu ainda acredito que
desenvolver sites APENAS usando o Internet Explorer para Windows como meta,
e ainda por cima colocando recursos que só o IE+Win entende, é
contra-producente ao meu ver. Não é "obrigatório" usar os recursos do IE+Win para se ter recursos bacanas
de interação com o usuário; existem vários equivalentes que funcionam bem
tanto no IE+Win quanto pelo menos nos outros 3 browsers alternativos mais
populares também. E este ponto de vista meu é compartilhado por designers lá fora também, como
o conhecido Jeffrey Zeldman , e a maioria dos que
além dele tocam o site A List Apart , voltado
para WebDesigners. Aliás, um adendo: é justamente certos penduricalhos e "integrações ao OS"
que a MS fez no IE+Win que o fez um browser atualmente vulnerável a toda
sorte de ataques e hacks. Pelo o que eu saiba, o IE+Win é o único browser
que permite que arquivos na web sejam baixados sem o conhecimento nem o
consentimento prévio do usuário da máquina. E é por aí­ que entram os
adwares, spywares, bugs maliciosos, etc. Mas acredito sim que é possí­vel se desenvolver um site que possa ser
compatí­vel com outra coisa que não seja IE+Win sem ter que aumentar o tempo
de execução do projeto em 2 vezes, ou coisa do gênero... --
MaGioZal.
blog individual
blog coletivo
fotolog
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr 7/7/2004, 08:14 ola' MaGioZal, a gente acredita em coisas assim tambem. ninguem aqui ganha comissao
do tio bill nem nada. so' estamos discutindo questoes de projeto,
concretas, contratos, planos, custos. nao "crencas". e "ser possivel" nao tem nada a ver com "ser viavel". sei que e' um saco levar em conta consideracoes comerciais e outros
compromissos, mas e' por essas e outras que o digimundo e' mais
complexo do que so' tecnologia abracos r
e
n
e'
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: MaGioZal ...René, de onde você tirou o dado de que 98% dos usuários de computadores
rodam Windows e usam apenas Internet Explorer como browser? Suspeito que a
proporção disso seja diferente, pois tanto no ní­vel Brasil quanto no ní­vel
mundo tenho a sensação de que usuários de plataformas alternativas ao
"padrão Microsoft" seja maior... --
MaGioZal.
blog individual
blog coletivo
fotolog =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr veja vc mesmo: estatisticas do SOLO: http://www.sitemeter.com/stats/default.asp?action=stats&site=s15renedepa... e http://www.sitemeter.com/stats/default.asp?action=stats&site=s15renedepa... ops... nao foi 98, foi 93... r' =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Flavio Fernandes radianos,

muito bem colocada a posição do Andre, lembrando que

na produção dos sites a maioria deles e testada apenas

no IE, embora haja outros browsers, acredito que pelo menos

80% dos usuários medios utilizam o IE para a navegação na web.

FF
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: MaGioZal Mas será que pelo menos testar no Mozilla além do IE+Win traria um impacto
tão grande e fundamental nos custos? E aliás, esses 20% não tem direito de acessar a web? Ou vão ter que
necessariamente ter um computador rodando Windows e ter um IE para fazer
isso? --
MaGioZal.
blog individual
blog coletivo
fotolog
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr 7/7/2004, 07:30 ola' MaGioZal, testar, pode testar. mas e se nao funcionar e isso requerer refacao?
provavelmente vc vai ter mil outras coisinhas pra corrigir fora isso,
e na hora de priorizar vai ser complicado e mais: nao sao 20%. te passei o link ontem abracos r
e
n
e' =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Daniel Rodrigues Pois é, Magozial.... Isso mesmo que eu tava pensando. Definir no escopo é legal, mas não acho a melhor
solução. "O site não funcionará no Netscape 4.7".
Pronto, o cliente assinou, tá acabado. Mas, será que
dá tanto trabalho assim verificar se o site funciona
mesmo? trabalhei no Fulano, e lá era inaceitável uma página
não abrir em determinado browser. No final acabamos
descobrindo que isso não é nenhum bicho de 7 cabeças,
são pequenos ajustes (principalmente com imagens de
background) que tem que ser feitos. Depois de um tempo, a galera já produzia páginas
compatí­veis numa boa, sem gastar muito tempo extra. Acho que não custa nada se preocupar com isso. O
cliente não tem nem que saber se existe
incompatibilidade. Abraços
Daniel Rodrigues =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Assis Júnior Olha, eu nao sei, nao, mas que alguma coisa dava para ser feita pelos
sites brasileiros, ah, isso dava. Eh muito significante a diferenca
entre a relacao de sites .br (seguros ou nao) que apresentam problemas
em mac, quando comparada com os EEUU. La', assim de memoria, nao lembro
de nenhum com problema. Ca', sei aos montes. Principalmente quando voce
precisa logar. Ai', meu amigo, pode comecar a orar pra Santo Expedito.
Ou seja, deve haver algum caminho por ai'.
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr opa, que bom. temos varios profissionais aqui
dispostos a entregar mais do que o combinado a troco
de nada :) que beleza. mas complementando: o problema de nao se ater a escopo
e' o cliente chegar no final e falar "ah, mas nao vai
funcionar no meu safari? voce falou que ia funcionar
em TUDO" "tudo" e' uma palavra perigosissima. r' =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Daniel Rodrigues 1 - não disse que devemos ignorar o escopo. Não
entrego mais do que o combinado nem a troco de nada. O
não pode é dizer pro cliente que só vai funcionar pra
ie + windows e se ele quiser mais vai ter que pagar
pra isso. 2 - Onde está o bom senso? O cliente sabe que se ele
navega com um explorer 3 ele não vai ver frames, por
exemplo. Acho mais válido o profissional se acostumar a gerar
um codigo que seja lido pela maioria do que passar
essa preocupação pro cliente. Abs
Daniel Rodrigues =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: MaGioZal
on 07/07/2004 12:22, Daniel Rodrigues at [email protected]
wrote: > 1 - não disse que devemos ignorar o escopo. Não
> entrego mais do que o combinado nem a troco de nada. O
> não pode é dizer pro cliente que só vai funcionar pra
> ie + windows e se ele quiser mais vai ter que pagar
> pra isso.
>
> 2 - Onde está o bom senso? O cliente sabe que se ele
> navega com um explorer 3 ele não vai ver frames, por
> exemplo.
>
> Acho mais válido o profissional se acostumar a gerar
> um codigo que seja lido pela maioria do que passar
> essa preocupação pro cliente.
>
> Abs
> Daniel Rodrigues Concordo plenamente com o que você disse aí­, Daniel.
;-) Abraço, --
MaGioZal.
blog individual
blog coletivo
fotolog
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: andre passamani // maratimba Ois, a historia toda acabou rendendo ne? Queria esclarecer alguns pontos, pelo menos no que tange ao
caso aqui da prefeitura.sp: 1- nossa opcao foi clara: compatibilidade total com todos
os browsers. O governo NAO PODE fazer algo excludente.
Agora tem até lei exigindo acessibilidade! 2- estamos fazendo tudo baseado em XHTML + CSS + tableless.
Ou seja, HTML by the book. CSS extensiTabelas só quando
estritamente necessárias 3- Esse conceito acompanha todo o processo 4- IE para Mac nao eh browser! Nada funciona nele como nos
outros... o dilema atual eh: fazer uma versao de todo o
site apenas para esse troço (chamem de programa se
preferirem) ou apresentar uma versao para impressao (modo
texto mesmo). Alias, aproveito o ensejo e peço: alguem ai tem palpites?
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: MaGioZal on 06/07/2004 17:47, andre passamani // maratimba at [email protected]
wrote: > 4- IE para Mac nao eh browser! Nada funciona nele como nos
> outros... o dilema atual eh: fazer uma versao de todo o
> site apenas para esse troço (chamem de programa se
> preferirem) ou apresentar uma versao para impressao (modo
> texto mesmo).
>
> Alias, aproveito o ensejo e peço: alguem ai tem palpites? Versão para impressão...;-D --
MaGioZal.
blog individual
blog coletivo
fotolog
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: carol lara maRítimba, eu tenho ibook e nao sou macmaniaca, entao tenho instalado aqui isto que vc chama de nao-browser: um iExp. minhas amigas de faculdade tambem :) - veja que a apple andou fazendo uns precos bacanas de ibook educacional e nao fomos poucos (acabamos com os esotques) que compramos um "laptop" para fazer basicamente trabalhos durante viagens, almoco de domingo na casa da avo...nao eh uma primeira maquina, eh uma segunda. e quando usamos iE, de vez em quando dah pau sim... abs, carô =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: MaGioZal on 07/07/2004 04:07, carol lara at cucawrote: > maRítimba,
>
> eu tenho ibook e nao sou macmaniaca, entao tenho instalado aqui isto que vc
> chama de nao-browser: um iExp. minhas amigas de faculdade tambem :) - veja que
> a apple andou fazendo uns precos bacanas de ibook educacional e nao fomos
> poucos (acabamos com os esotques) que compramos um "laptop" para fazer
> basicamente trabalhos durante viagens, almoco de domingo na casa da avo...nao
> eh uma primeira maquina, eh uma segunda. e quando usamos iE, de vez em quando
> dah pau sim... Carol, vale lembrar uma coisa: o Internet Explorer de Windows e o Internet
Explorer de Mac tem alguns recursos semelhantes, mas são programas
completamente diferentes em essência. O Internet Explorer de Mac é uma "application" como qualquer outra, como o
Photoshop ou o SimpleText. Já o IE de Windows na verdade não é um programa
em si, e sim uma interface gráfica que premite ao gerenciador de janelas e
arquivos do Windows, o EXPLORER.EXE (equivalente ao Finder do Mac OS) lidar
com arquivos HTML e conexões à web. É isso. --
MaGioZal.
blog individual
blog coletivo
fotolog =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr 7/7/2004, 07:45 eu uso o sitemeter pra controlar o trafego de quase tudo que tenho:
usina, solo, fotos, roda e avisa... vejam minhas estatisticas de browser e OS do solo alias... alguem mais tem estatisticas pra compartilhar? abracos r
e
n
e' =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: MaGioZal on 07/07/2004 07:46, rene de paula jr at renedepaulawrote: > eu uso o sitemeter pra controlar o trafego de quase tudo que tenho:
> usina, solo, fotos, roda e avisa...
>
> vejam minhas estatisticas de browser e OS do solo
>
> alias... alguem mais tem estatisticas pra compartilhar? Eu uso o sitemeter também, no meu blog: --
MaGioZal.
blog individual
blog coletivo
fotolog =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: MaGioZal ...percebo que (pelo menos na minha experiência pessoal) a grande maioria
deles são brasileiros. Dificilmente me deparo com algum site norte-americano
que não rode OK nos browsers que eu uso no meu Macintosh. Será que haveria algo de cultural nisso? --
MaGioZal.
blog individual
blog coletivo
fotolog
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr 7/7/2004, 08:18 ola' MaGioZal, eu acho que tem. o discurso da usabilidade a la nielsen tem
embutido
um pragmatismo e um funcionalismo que soam naturais para americanos,
mas que ferem os ouvidos brazucas que: 1- sao alergicos a regras
2- querem coisas "gostosas"
3- querem coisas "diferentes"
4- gostam de se sentir criativos veja bem: isso nao e' uma critica negativa, e' so' uma indicacao de
diferencas culturais. por essas e outras, nosso webdesign vive
ganhando premios de propaganda por ai'. abracos r
e
n
e' =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Fabio Cereda >
> ...percebo que (pelo menos na minha experiência pessoal) a grande maioria
> deles são brasileiros. Dificilmente me deparo com algum site norte-americano
> que não rode OK nos browsers que eu uso no meu Macintosh.
>
> Será que haveria algo de cultural nisso? Pode ser, mas pode ser também uma questão comercial: os Macs são tão caros no Brasil que sua participação de mercado é ainda menor aqui do que nos EUA. Para piorar, esta participação é concentrada em alguns segmentos profissionais. Então muitas produtoras brasileiras nem tentam rodar em Mac. O cliente acaba considerando que o custo para fazer o site compatí­vel com Mac (pode ser um custo pequeno, mas não é zero) não vale o retorno. Abraços, Fabio
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: china Tb tenho essa impressão...
Outro "lugar" que gera problemas é Portugal, principalmente os sites
hospedados/associados ao sapo.pt. Há alguns anos tinha uma tese do mediaLab a respeito da "moda" na
internet. Basicamente era uma análise um pouco mais cultural do design
de sites. Não sei no que deu essa história... Talvez valha a pena resgatar. Uma outra pesquisa interessante seria visitar sites de vários lugares
usando alguns critérios (acessobilidade, uso correto da tecnologia,
quantidade de pontos de interação, quantidade de conteúdo deixado pelo
público, quantidade de sites sem fins financeiros, etc) e perceber como
está o estágio de "desenvolvimento virtual" do paí­s. A questão do marketing é imagem, né? Por isso, é preciso resgatar um dos principios da Nettiquette: é falta
de educação gastar a banda dos outros inutilmente. É feio não dar acesso
a qq pessoa sem motivo justificável, etc. IMHO, um site construí­do desprezando parte dos clientes e usando as
tecnologias disponí­veis de maneira errada é mais prejudicial para a
imagem da empresa que um feio eficiente. Sou a favor da simplicidade... Não acredito que seguir cegamente o
Nielsen é a solução... mas falta bom senso. Aqui no br encontro menus em
flash e PDFs usados como se fossem html. Coisas evitáveis que
transparecem ignorância técnica e falta de consciência das
possibilidades da mí­dia internet. Outro ponto que deveria ser levado em consideração (além da imagem do
pais em geral): os não usuários de IE tendem a ser mais "chatos" e
í­ntimos da internet como meio de comunicação. Ou seja, fazem muito mais
barulho que a maioria. Além disso, os usuários de softwares "alternativos" geralmente são
frequentemente convocados para arrumar os computadores dos parentes e
amigos menos í­ntimos com as coisas da informática.
[]s
China =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Charles Pilger On Wed, 07 Jul 2004 08:13:38 -0300, MaGioZal wrote:
> ...percebo que (pelo menos na minha experiência pessoal) a grande maioria
> deles são brasileiros. Dificilmente me deparo com algum site norte-americano
> que não rode OK nos browsers que eu uso no meu Macintosh.
>
> Será que haveria algo de cultural nisso? Não é questão cultural, mas sim de grana meso. Afinal os 10% dos
usuários de Macintosh é um povo com um poder aquisitivo que não pode
ser desprezado. Enquanto isso, aqui no Brasil, que os 0,5% de usuários que tem um Mac
(logo, tem ALTO PODER AQUISITIVO) são simplesmente tratados como lixo. Pensando bem, sim, é questão cultural sim, e se chama BURRICE.
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr quando se trata de dinheiro, charles, ninguem e' tolo.
se vc provar por a + b pro cliente que o que ele
gastar pensando nos mac users vai ter retorno, ele vai
fazer sim. o problema e' provar. r' =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Vagner Monteiro (Interface - SPO) Oi André, Bem colocado. Esse negócio de "Eu odeio o netscape" (ou qualquer outro broser) já é coisa
do passado.
Web standards cada vez mais fazem parte do vocabulário das equipes de
produção web. É claro que alguns "radicalizam" e não compreendem bem o
tableless. Já ouvi comentários que mais parecem coisa de religião...como que
ele salvaria a humanidade de TODAS as incompatibilidades, problemas de
navegação ou horas extras não remuneradas (hehe)... Na verdade o que vale (e
isto sim nunca vai ser coisa do passado) é a qualidade humana (lógica de
programação, código bem estruturado, etc). Hoje em dia, levando em conta orçamento, prazo, qualidade, usabilidade, etc
para um site web, penso que um site deve atender as seguintes situações: Win = iE 5.5+ / Mozilla (que fica a cada dia melhor) - o próprio, fire fox,
netscape (eca - não resisti) 7+
Mac = Safari
Linux = baseados em Mozilla Ah...até o novo Ópera está quase atendendo os padrões...pena que é "feinho". Alguns pensamentos a mais:
- XHTML é o canal!
- não vai morrer. Mas basicamente deve usado para conteúdo tabulado
mesmo.
- CSS rules! -> porém, como ele está estritamente atrelado as tags HTML,
mais uma vez: o que vale é a correta colocação das classes. Aproveitando o gancho do René: ("a discussao toda, por mais que pareca ter
uma resposta
unica e indiscutivel e canonica, eh salutar porque
traz a tona a puta zona que eh atender clientes
leigos, prazos surtados e orcamentos de fome.") Penso que toda estes bla bla blas de XHTML, CSS, w3c só tem um motivo de
existir: Facilitar ainda mais a vida de todos: Projetos / Orçamento /
Cliente (por que não) / TI
[]s
Vagner =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Andre Avorio Oi a todos. =) Voltei a assinar o radinho ontem, e acabei pegando a discussão sobre
(in)compatibilidade de browsers pela metade, portanto desculpem-me se
estiver repetindo algo que já foi debatido. Pelo que percebi, muitos estão pensando em compatibilidade como sendo
algo "adicional", externo ao esforço de desenvolvimento em um projeto
de web. A meu ver, essa é uma visão bastante equivocada, a menos que,
como alguns levantaram, o ambiente seja 100% previsto/definido (e.g.
intranet corporativa); mesmo assim, não faz o menor sentido para mim
ignorar o fato de os browsers estarem em constante evolução, assim
como sistemas operacionais e plataformas inteiras. A palavra-chave nessa discussão é (ou deveria ser): web standards (W3C). Não estou falando exclusivamente de "tableless", não, até porque esse
termo não representa a amplitude do desenvolvimento orientado a web
standards. Falo, basicamente, de separação da informação da
apresentação, do uso de XHTML e CSS válidos. Uma equipe de produção
web com esse conhecimento não possui uma ideologia contra-MS,
contra-IE ou contra-qualquercoisa, mas sim a capacidade de produzir
interfaces web compatí­veis com qualquer browser que respeita esses
mesmos padrões. Um case? O site do nosso blaz:// HOST: http://www.blazHOST.com.br/. []'s! --
André "blaz quem?" Avorio
blaz | INTERNET GROUP =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr andre', sejamos realistas. "equivocado" ou nao, o mercado e a pratica sao uma
rallye, onde purismos e boas intencoes derrapam na
primeira curva fechada. a discussao toda, por mais que pareca ter uma resposta
unica e indiscutivel e canonica, eh salutar porque
traz a tona a puta zona que eh atender clientes
leigos, prazos surtados e orcamentos de fome. it's a jungle out there. e haja certezas luminosas
pra espantar as feras. r' =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Flavio Fernandes mandou super bem Rennê, é isso ai. FF
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Ricardo L. A. Bánffy Meus R$ 0,02. Com um mí­nimo de cuidado (cuidado esse que começa na concepção da peça e
vai até a produção do HTML/XHTML/CSS/JavaScript), é perfeitamente
possí­vel produzir material que não ofenda nenhum browser moderno sem
esforços sobre-humanos de teste e arrumação pós-teste-fracassado. É
saber que nem tudo vai funcionar em todas as plataformas (meu celular,
por exemplo, não faz CSS) e que é preciso poder navegar, de um jeito ou
de outro. pela aplicação. É preciso fixar requerimentos antes da
concepção do material, para saber o que é possí­vel e o que não é. Existem vários padrões de problemas que se repetem constantemente.
Tamanho de fontes, posicionamento de elementos, contenção de elementos
(um dentro do outro), ausência de controle de revisões, ausência ou
não-planejamento de reuso de elementos e as diferenças no modelo de
objetos da página que emperram a vida dos que usam JavaScript são apenas
alguns. Para todas essas armadilhas existem técnicas, muitas muito bem
documentadas, que ajudam a contorná-las. O que é necessário não é tanto trabalho extra - é neurônio extra. Gente
boa pensa primeiro e faz direito depois. Gente ruim faz direto no
Dreamwrecker, fica xingando a tecnologia e, no fim, dá no que dá ;-) Acho que não preciso nem comentar da turma do Don'tPage. =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr 9/7/2004, 08:23 ola' Ricardo, nao sei se vc notou o qto nosso mercado se "juniorizou" nos ultimos
anos, ou quantos profissionais serios, seniors, maduros, estao na rua
da amargura faz meses ou anos sobrevivendo de frilas de fome. claro que neuronio importa, mas o que fazer qdo te pedem pra
contratar
alguem "pleno" mas por 800 reais ou coisa assim? o resultado e' que vc tem dos dois lados da mesa (clientes e
fornecedores) gente inexperiente tendo que cuidar de coisas
complexas,
e a impressao que da' pros mais jurassicos e' que o tempo nao avanca,
que nao houve progresso, que quem sabe esta' longe da posicao de
fazer. e os erros e bugs e dramas se repetem como naquele filme
retratos da vida, em que comeca com um letreiro dizendo "existem
quatro ou cinco historias basicas no mundo que se repetem desde
sempre
como se estivessem acontecendo pela primeira vez" razao vc tem, ricardo. mas razao e' so' uma das pecas do quebra
cabeca abracos r
e
n
e' =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: paulo bicarato René, Maratimba, Ricardo, China, Guilherme, Flávio, André e sei-lá-mais-quem...

Sobre esse tópico: thanks pela aula *digrátis*. Tá registrado meu agradecimento!

Amplexos,

:: P. Bicarato ::
http://alfarrabio.blogspot.com
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Fabio Cereda > 2 - Onde está o bom senso? O cliente sabe que se ele
> navega com um explorer 3 ele não vai ver frames, por
> exemplo.
>

Confiar no "bom senso" é caminho garantido para o mal-entendido. O que o cliente vai receber tem que estar no documento de especificação, por escrito. Não se pode assumir nada que não esteja escrito. Em qualquer desenvolvimento de software, fica muito claro onde o produto vai rodar: sistema operacional dos desktops, dos servidores, bancos de dados, etc. Migrou para outro OS? Problema do cliente. É por isso que muitas empresas têm até hoje Windows 98 em seus desktops. O ideal é deixar claro na proposta que o site vai ser visto integralmente nos browsers a, b, c, d, e, f, g. Já que você não vai ter preguiça de testar o site em todos estes browsers, não tenha preguiça de se comprometer a fazê-lo. E o ideal também é que o cliente não vire para você e diga "se eu tirar esses tais browsers b, c, d, e, f e g, quanto você corta no custo?" Abraços, Fabio =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Flavio Fernandes Fabio, radianos,

Concordo com vc Fabio, bom senso é muito legal, mas provoca mal entendidos imensos.

Fica aquela coisa do "é que eu achei que" e ai vira um bagunça danada.

O ideal mesmo é que no escopo de cada projeto, seja relacionado o que o cliente quer,

para que proposito o site vai existir e nessa de briefing exaustivo considerar a indicação

ao cliente que o site vai ser testato nos seguintes browser, nas seguintes versões de cada

browser, quanto mais informações houverem de ambas as partes mais facil de se chegar ao

objetivo. Mesmo por que o dialogo e a melhor formula de evitar-se muitos problemas.

Mas voltando ao escopo e ao browser, é certo e ético que todos os projetos sejam avaliados

nas diversas plataformas disposniveis na web, isso pode elevar o tempo e prazo de entrega,

e os custos disso naturalmente são incluidos no orçamento. Os clientes de web tem

caracteristicas variantes, uns sabem bem o que querem e de que manaira vão orientar seus

fornecedores na execução do site, mas outros não sabem certo pra que serve o site e a web.

Por isso acredito que a esses que não conhecem muito bem o assunto devemos informar e

ajuda-los a definir os melhores caminhos, e como iremos desenvolcer e testar seus sites.

Só pra lembrar, eu falei em 80% dos usuários medios usando o IE, mas pelo que entendi o numero

é muito maior. Quase todos os PC´s vendidos já vem com o sistema windows e claro com o IE.

Muito boa esse discussão parabéns a todos.

FF
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Daniel Rodrigues Sim, Fábio.... A idéia é essa... Quanto ao cliente pedir pra tirar isso e diminuir o
custo, não acho que ele tenha interesse nisso.. Sabe
que vai deixar de atender usuários. A menos que ele
esteja interessado a procurar pelo em ovo pra baixar o
preço. Acho que nesse caso não será só na questão dos
browsers que ele vai empacar.. Abraços
Daniel Rodrigues =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: Pablo Ibarrolaza Rene, Concordo respeito a grana em algum sentido digamos que podemos
"ponderar". Em quanto a como se fazem os sites acho que temos todo um capitulo para
la conversa. Voce acredita nas metaforas? as veces as empresas (as mas ambiciosas)
crean metaforas para dominar el mercado, Macromedia, Microsoft sao
claros ejemplos. Um exemplo ?
pergunta a um webdesigner o que é um layer. Ele respondera na hora.
Agora pergunta para ele que defina ese layer segun la W3C. Ele nao
podera responder. Por que estou falando isto ?
Por que em nosa profesao muita gente aprende estas metaforas e nao um
LENGUAGEM. E como aprender a semantica e desconocer el lenguagem.
A onde quero ir?
A que muita coisa se pode fazer sem grana extra e so conhecer os
estandares e os lenguagems. Depois vem a coisa especifica onde nao tem jeito precisas resolver com
sniffers da vida, sintonizar o servidor HTTP, etc.
Mas muitas veces vejo que a coisa e so um poco mas de profesionalismo
na hora de trabalhar.
Exemplos: CSS2+XHTML. En terminos economicos con esta practica resolves
um porcentaje muito alto de audiencia. meus 2ctvos. Sobre este tema das "metaforas" gostaria muito de falar. Dreamweaver es
um producto paradigmatico em este sentido. Imagina quanto profesional
existe que considera que so tem que aprender a utilizar o Dreamweaver
para editar paginas web. Cuando en realidade so precisa de o Bloco de
notas e o site da W3C, pronto. Abraco,
Pablo
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr bem colocado, pablo. eu acabo insistindo nas "distorcoes" e aberracoes da
pratica de mercado por uma razao simples: temos que
levar em conta o mundo la' fora, e' com esse cenario
que todos nos, bem-intencionados e eticos e
conscientes e tal, temos que lidar. e la' fora o argumento "do bem" tem um "punch" muito
limitado. ou a gente aprende a defender bem nossa
etica no mundo nao-etico, ou vamos pregar no deserto. r' =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: carol lara Muito bem falado: quando minhas paginas feitas no dreamweaver comecam a dar pau, nao tenho duvida: abro o notepad e comeco a catar as cacas que ele enfia ali na unha...o mais gozado eh que se vc for montando uma pagina no dream em modo "design", ele vai botando uns trens e no final das contas diz que os codigos estao com pepino de adequacao a browser etc. pergunto: entao pq ele coloca as cacas que depois vai pedir para descartar?! eu estava com um problema de script que dava pau. fui a um montao de foruns e nao achei nada que dissesse que tinha incompatibilidade de um script com um style, ou sei lah o que. comecei do zero com o notepad. tah aqui, funcionando lindao da vida :) smacks =-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: andre passamani // maratimba > boa essa discussão sobre browsers... tb gostei ambros.. :) > vejo que a questão principal é, como bem disse o René, na > definição do ESCOPO. Ser genericamente contra ou a favor
> de desenvolver em multi-plataforma é pura ideologia, e
> normalmente não leva a boas decisões. cara, sou obrigado a discordar filosoficamente. Um website
que rode em apenas 1 browser não é um website. Isso é
ideologia? Não. Esse é o princí­pio da Internet. > Ou tu vais gastar mais do que o necessário para o
projeto,
> ou vais ter problemas de compatibilidade com browsers
> importantes. Ou, em alguns casos, podes acabar deixando
de
> usar funções de um browser especí­fico que poderiam
> melhorar a experiência dos usuários (o IE tem montes de
> coisas "fancy" que só rodam nele; pode fazer sentido
> usá-las num projeto para rodar na intranet ou numa
> extranet, por exemplo). cara, eu separo mesmo intranet, extranet e internet. O fato
de vc ter um ambiente controlado e estar numa rede local
muda tudo. Mesmo. Agora, um site é outra história... > pra mim, ser ou não multiplataforma é uma definição tão
> básica quanto a escolha do servidor web, o sistema
> operacional, a linguagem a ser utilizada, etc. E deve ser > tratada como tal, entrar no documento de Business
> Requirements, ser explicitado na proposta, discutido com
o
> cliente, etc. nisso eu concordo 100% mas acho que qualquer fornecedor de
soluções de tecnologia e comunicação deve ter um papel de
informar também. Hoje a gente tá discutindo se um site deve
funcionar no IE e em outro browser... Não creio que daqui
há, digamos, 1 ano isso será motivo de discussão. abração
=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=
From: rene de paula jr andre, essa questao de browsers eh tao velha quanto
hah browsers, e nao melhorou em nada. na verdade, soh
vai piorar: cada vez mais devices diferentes acessam
internet. veja os palms, por exemplo: hoje quem desenvolve pra
palm OS tem que levar em conta os monocromaticos, os
coloridos, os 320x320, os 480x320... vai melhorar na hora em que separarmos de vez conteudo
de

3 coisas: 

palestra: