Sábado, Agosto 19, 2006

espelho, espelho meu, jogue-me na cara esse retrato antes que eu me disfarce em cacos, enquadre-me ligeiro senão viro fumaça, mantenha-me à distância antes que meu fôlego te embace.

respeitável público, que meus truques falhem todos e eu desista enfim de me serrar em dois.